Translate

A Cabana, de William P. Young





A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana e passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta ao cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre.



A Cabana é um livro pitoresco que convida à reflexão e fala diretamente ao coração de cada um. O que mais gostei na história foi o fato de mostrar Deus de uma forma muito próxima a idéia que tenho: um Deus acessível, bem-humorado e amigo. Entretanto, creio que não seja um livro que vá agradar à todos. Não consigo imaginar um ateu gostando da leitura, mas se você já é uma pessoa de fé, muito provavelmente vai se interessar pelo livro. E talvez até mude um pouco seu conceito de Deus ou sua forma de relacionar-se com Ele. É bom deixar claro, que A Cabana não é um livro religioso, que apresente doutrinas ou dogmas. Nada disso. É apenas a história de um cara que encontrou Deus... em todos os sentidos que esta frase possa ter...


4 comentários:

Anônimo disse...

Li A Cabana, e considero o autor ou quem levou o autor a escrever esta historia, uma pessoa inspirada por Deus tanto quanto os autores da Bíblia. Esta leitura mexe com nosso interior... Adorei e vou ler de novo.

Anônimo disse...

Estou acabando de ler A Cabana, é um livro muito bom para quem quer pelo menos por pequenos momentos se teletransportar para um mundo onde não problemas do cotidiano! Este livro é demais!!!!

Cláudio Nunes Horácio disse...

O autor de "A Cabana" é um teólogo e escreveu o livro visando expor tudo o que acredita de Deus a seus filhos crianças, portanto é uma estória contada de modo a qualquer criança entender. Porém, seu livro está repleto de conceitos teológicos e explicações dos muitos mistérios de Deus através de conceitos como os de Soren Kierkegaard. O livro é maravilhoso. Ao lê-lo tive a mesma sensação que tive ao ler o Novo Testamento pela primeira vez, queima a alma, incendeia nosso espírito e descauteriza nossas emoções mais bem escondidas nos porões do coração. Vale a pena.

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Gostei muito do livro e como já disse por aí, me fez ativar o que estava adormecido. Compreender melhor as pessoas e o mundo.
O blog é massa e virei outras vezes.
Xero!